Foto: Ferramentas para Ecommerce: qual a diferença entre ERP, WMS e HUB
Voltar

Ferramentas para Ecommerce: qual a diferença entre ERP, WMS e HUB

É muito comum empreendedores que estão começando, se confundirem com os softwares e ferramentas para investir no seu negócio. Principalmente pela preocupação em escolher uma que talvez para o momento não seja a ideal, ainda mais sabendo que existem diversas ferramentas para ecommerce.

Por isso decidimos trazer a diferença entre as ferramentas mais utilizadas, quais as suas funcionalidades, e a sua importância dentro do ecommerce, para que você saiba exatamente qual investir no inicio, e na expansão do seu negócio. Vamos lá?

 

O que é ERP?

 

A primeira ferramenta para ecommerce que vamos abordar é o ERP – Enterprise Resource Planning, ou Planejamento de Recursos Empresariais, um software de gestão completa para empresas, que automatiza processos, armazena dados e traz uma visão completa de todos os resultados.

Através dele, você pode acessar de forma rápida e integrada todos os dados e processos da sua empresa de forma confiável. O ERP também recebe todas as integrações do seu negócio, e conversa muito bem entre eles. 

Levando em consideração que cada área da sua empresa necessita de uma ferramenta própria para gerar seus relatórios e executar atividades, o ERP possui um papel fundamental, funcionando como um centralizador do fluxo de trabalho, alinhando a comunicação e facilitando a tomada de decisão.

Dessa forma, ao invés da empresa ter diversos sistemas para cada departamento e funções, o ERP vai centralizar tudo em um único lugar, de forma integrada e inteligente, dando autonomia nas atividades do dia a dia, e facilitando a comunicação entre as áreas.

 

 

Como o ERP funciona?

 

O ERP otimiza os processos da sua empresa, além de ampliar a qualidade e produtividade das atividades. Investir em um sistema completo, só traz benefícios a curto, médio e longo prazo do seu negócio. 

Veja algumas das vantagens do ERP:

  • Gestão integrada;
  • Processo otimizado;
  • Tempo e controle de custos;
  • Qualidade da informação;
  • Eficiência e produtividade.

De forma geral, o ERP entrega: gestão, relatórios, registro, cadastros, comunicação entre integrações, controle financeiro, fornecedores, controle de estoque, emissão de notas fiscais e boletos, PDV Online, Webdesk portal do cliente, conciliação bancária, entre outras funcionalidades.

 

O ERP é personalizável?

 

Cada negócio tem uma forma de operar, processos que mais utilizam, departamentos específicos. Dessa forma, dentro do ERP é totalmente possível a personalização.

A fim de se adequar às demandas organizacionais, o ERP oferece módulos personalizados, com as funcionalidades que se adequam ao negócio, de forma flexível.

Além disso, o ERP é escalável, pois está sempre atualizando para acompanhar a legislação. Sem correr o risco de ter uma solução defasada, afinal, sempre há novas funcionalidades e ajustes técnicos, que elevam as chances de as suas demandas internas serem atendidas. 

 

O que é WMS?

 

A segunda ferramenta para ecommerce é o WMS, a sigla em inglês para Warehouse Management System, que em tradução livre para o português, significa “Sistema de Gerenciamento de Armazém”.

Basicamente, é um software essencial para processos logísticos e a cadeia de suprimentos de qualquer empresa que lide com vendas, pois otimiza o espaço utilizado no armazém e facilita a gestão do estoque.

O sistema de WMS proporciona uma eficiência gigante pois centraliza o controle e a operação de diversos processos. Dessa forma, atividades que antes eram difundidas entre vários funcionários e ocorriam sem controle adequado, ficam registrados e monitorados no sistema, conheça eles:

 

Manufatura

 

Dentro da manufatura inclui estoque, separação de itens, picking, impressão de etiquetas, endereçamento, entre outros.

 

Distribuição

 

Na distribuição é onde permite um melhor fluxo de produtos e mercadorias pelo armazém. 

Age nas seguintes necessidades: Paletização, pré-inventário, geração de nota fiscal, impressão de etiqueta dupla, troca de informações entre sistemas, planejamento de armazenagem, entre outros.

 

Logística 

 

Ele também auxilia na parte estratégica relacionada aos processos logísticos. 

O WMS facilita desde o recebimento até a expedição, com o gerenciamento de execuções e otimizando a rotina dentro do armazém.

 

Automatização da gestão de estoque

 

O WMS é uma ferramenta que atua do momento que o produto chega ao estoque até a sua expedição. Dessa forma, apoia completamente a gestão de estoque da empresa, assumindo total controle das atividades e do controle de informações.

É possível rastrear as movimentações dentro do armazém, bem como facilitar todo o processo de localização e separação de produtos e mercadorias. 

Através de sistemas e tecnologia como RFID (Identificação por radiofrequência), código de barras ou QR Code, auxiliam no controle de logística interna.

 

Qual a função do WMS?

 

O WMS tem como objetivo principal melhorar a organização do armazém, agilidade da equipe e produtividade.

Dessa forma, o WMS atua na área de picking (separação de preparação de pedidos), tornando o processo mais direcionado. 

Além disso, através do WMS, é possível mensurar a produtividade da equipe e o tempo de retrabalho, para evitar gargalos e garantir fluxos operacionais mais fluidos e dinâmicos.

O WMS também auxilia no inventário, pois ele acompanha as entradas e saídas de produtos ao longo do dia, com descrição facilitada da contagem de itens e quais destinos estão ocupados ou desocupados.

 

 

ERP e WMS são a mesma coisa?

 

É fácil confundir ERP com WMS, pelo fato de que o ERP também lida com informações de estoque.

Mas na verdade, os dois são coisas bem diferentes. O WMS pode ser facilmente integrado a um ERP, alimentando e atualizando ele com dados e informações. 

Manter os dois integrados, você mantém o controle das vendas, produtos e fornecedores, enquanto otimiza o armazenamento de mercadorias e expedição de pedidos. É possível analisar as movimentações recentes para prever compras e garantir cobertura de estoque. 

 

O que é HUB?

 

O HUB é uma ferramenta capaz de agilizar as vendas online de empresas, integrando todas as soluções referentes a marketplaces, plataformas de Ecommerce, ERP’s, em um único lugar. 

Basicamente o HUB marketplace de integração é uma plataforma que permite você gerenciar o seu ecommerce e automatizar toda a sua operação em um único lugar. Nele, é possível também, cadastrar e gerenciar várias contas de diferentes canais e ter ainda mais controle das vendas.

Através de um HUB você se conecta com diferentes marketplaces do mercado, gerenciando toda a sua operação e tendo mais tempo para definir novas estratégias para o seu negócio.

O HUB é extremamente importante para todo empreendedor que trabalha com ecommerce, e que quer crescer nas vendas. Dessa forma, com o aumento de vendas, vem o aumento da operação também. 

Dessa forma, para conseguir otimizar tempo e ganhar mais produtividade, o HUB marketplace de integração é uma importante ferramenta para seu ecommerce. Com ele as tarefas ficam automatizadas e consequentemente diminuindo os seus custos. 

 

Como funciona o HUB?

 

Ele vai funcionar como uma central de gestão, onde você concentra tudo em um só lugar. O HUB vai automatizar todos os processos e com ele você terá condições de poder acompanhar toda a movimentação do seu Ecommerce, desde o produto até a entrega ao cliente.

Confira algumas das suas funcionalidades:

  • Cadastro de produtos: facilidade em criar SKU para cada produto, precificar de forma automática somente definindo a margem de lucro desejada.
  • Anúncios: crie anúncios, kits de produtos para aumentar o ticket médio e distribua todos os seus canais de venda de uma só vez.
  • Expedição: acompanhe o seu estoque e garanta que o produto vendido será entregue ao seu cliente.
  • Entrega: é possível acompanhar a entrega dos pedidos, pois a maior parte dos hubs de marketplaces são integrados aos correios e transportadoras.
  • Automação: Um bom hub de integração te permite conectar com seu ERP usando múltiplos CNPs (Cadastro Nacional de Produtos), além disso, com a automação de impressão de notas fiscais e etiquetas, você não perde mais tempo procurando esses registros.

 

Qual a diferença entre ERP e HUB?

 

Como já vimos anteriormente o ERP tem como objetivo principal a gestão da empresa, isto é, controle financeiro, emissão de notas fiscais, controle de estoque, entre outros. E geralmente ele é integrado com os marketplaces e possui várias funções, mas não possui como objetivo tratar as regras de negócio de cada marketplace. 

E o HUB vai ter seu foco total em marketplace, agindo na publicação do produto, atender os clientes, gerenciar os pedidos, controlar estoque, dentre outras diversas funcionalidades que já mencionamos anteriormente.

Dentro de empresas de vendas, é comum que possuam um ERP para gerenciar a empresa e um HUB para executar as tarefas específicas dos marketplaces. 

 

E essas foram as principais ferramentas para ecommerce, você conseguiu entender a diferença entre elas? Já sabe qual é a mais ideal para o seu negócio no momento em que ele se encontra? Conta pra nós o que achou do post e compartilhe sua experiência!

Não deixe de nos seguir no instagram, lá diariamente o Gabriel Bollico está compartilhando dicas e insights do universo do ecommerce.

Começa com a simplicidade de uma escolha. A força de uma decisão.

Você também vai gostar desses conteúdos

Novidades na Loja Integrada

A Loja Integrada é a plataforma de ecommerce que sempre…

Ver mais

Como começar um ecommerce do zero?

 Todos sabemos que estamos vivendo em um momento bem conturbado,…

Ver mais

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Open chat